Pois não é que quase perdemos o japonês pra cidade de Sertãozinho?

 

Ele se sentiu muito confortável por lá, quase como se estivesse em casa. Um cidade pequena, no hotel tinha uma cama pequena, o chuveiro era pequeno, o quarto era pequeno. Quando ele viu o telefone público instalado na Praça 21 de Abril então, ele ficou louco e quase que se decidiu a ir morar de vez pra lá, no interior de São Paulo.

 

 

mont

Só para deixar todos a par, (in?)felizmente ele voltou conosco e está são e salvo aqui, curtindo as pequenas coisas que ele tem em Curitiba.