mont

Não há, aqui, um ataque a qualquer ação filantrópica de qualquer pessoa em qualquer parte. Só uma reflexão filosófica da razão pela qual pessoas que adquirem montantes financeiros ficam, consequentemente, "separados" dos problemas reais do mundo.

 

 

Pense nisso!

 

…enquanto eu como meu caviar. Vocês não sabem o problemão que deu pra comprar isso. O exportador da minha amiga, com quem eu comprava ficou doente. Imagina o meu desespero! Mas ainda bem que tenho um conhecido numa embaixada, daí ele passou o telefone de um outro exportador. Custou um pouco mais caro, mas nada que não dê pra resolver. Cada um com a sua cruz, né?