Nasci em Santa Catarina, na cidade de Joinville. Eram 23h50 na maternidade Dona Helena, num tempo em que os médicos ainda não forçavam cesarianas para que os bebês venham ao mundo em horário comercial. Diz a lenda que cheguei rápido e rápido me mudei para o bairro do América, não muito longe dali. Graças as ruas de paralelepípedo e ao pouco movimento das ruas, tive uma infância de cidade do interior numa cidade grande, a maior do Estado – é a maior do estado sim, manezinho da ilha!

Foi lá que comecei a fazer teatro. Mesmo que tenha sido uma peça quando eu tinha apenas 8 anos, considero ela um marco da minha vida do palco.

Porque? (vou continuar este texto quando tiver uma conexão melhor)