Tem uns seres humanos que você olha e fala: COMO ASSIM? A GENTE CONSEGUE FAZER ESSAS COISAS? QUANDO ENSINARAM ISSO NA ESCOLA QUE EU FALTEI??

 

Se você perguntar para qualquer um, todos tem um exemplo na ponta da língua. Muitos nomes de esportistas vão saltar, alguns milionários talvez apareçam, figuras históricas com histórias de heroísmo e bravura. Mas este é um site de humor que, num sentido muito abrangente, é estilo que vem e que te mexe!

 

Numa declaração que entre os meus amigos héteros poderia pegar meio mal, e que entre os meus amigos gays poderia ter gritos de "Finalmente saiu do armário", nenhum homem mexe tanto comigo como Bobby McFerrin. Aquele inventor da música de margarina "Don't Worry, Be Happy".

 

O cara é genial. Mesmo na música que tornou ele mundialmente conhecido, há um nível de complexidade pouco sabido por todos. Todos os sons presentes na música foram feitos por Bobby, usando "só" a sua voz. Não sabia? No site oficial do artísta, você pode inclusive escutar cada uma das faixas separadamente, compor a música só com alguns elementos, ou escutar ela completamente. Para ir direto no site, clique AQUI.

 

Sua biografia música explica melhor o porquê de sua qualidade vocal, mas me recuso a dar Ctrl+C Ctrl+V para alongar o texto e fingir que compilei coisas para você, oh leitor assíduo.

 

O que me animou a escrever o texto hoje foi o fato da participação de Bobby McFerrin na Feira Mundial de Ciência, quando ele faz uma pequena demonstração sobre espectativas com a platéia e demonstra o poder da escala pentatônica.


[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=ne6tB2KiZuk&w=560&h=340]

 

Aquele abraço