Bom, este é só um breve relato da nossa viagem para Sertãozinho, interior do estado de São Paulo. Começou na chuvosa manhã de sábado, dia 19, numa viagem calma e sem nenhum grande congestionamento ou acidente na estrada. Considerando a BR pra São Paulo isso é quase um milagre, né? Mas deu tudo certo, a gente parou pra fazer um lanche, mas ninguém estava acordado o suficiente pra levar a máquina fotográfica.

No almoço a gente fez os primeiros registros.

 

mont

 

 

Momento "PIADAS INTERNAS", que não deu certo porque, na hora da foto, o garoto Danilo recebeu uma ligação de casa. Mas o Célio, o Jairo e o Vitor garantem a publicação dela.

Este é o pessoal da equipe técnica: Paulo Rosa e Anry Aider.

 

mont

 

 

Este é o seu Jair, o motorista da van. Gente boníssima.

 

mont

 

 

E este é o escritor da coluna, que não sabe tirar auto-fotos muito bem.

 

mont

 

 

Chegando em Sertãozinho dez horas depois, a gente foi jantar – e a comida demorou pra chegar e perdemos a apresentação do festival daquela noite. Depois, a gente foi fazer coisas EMOCIONANTES em Sertãozinho, como você pode conferir no vídeo abaixo:

 

 

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=VIdXlYMFnoI&w=425&h=350]

 

No outro dia foi todo de preparação para a apresentação de ESTEREOTIPACIONICES, com algumas mudanças já que a Anne e o Marcelo não viajaram com a gente. A apresentação foi muito legal e, em poucos dias, vocês vão poder curtir em vídeo algumas improvisações feitas por lá. Por enquanto, você pode ver as fotos que a gente tirou do público, antes do espetáculo começar, neste link AQUI.

 

 

 

mont

 

Na foto acima vocês estão vendo as caracterizações do Célio, do Jairo, do Vitor e do Leo.

Na viagem de volta, o Danilo achou um pé de guaraná!

 

 

mont

 

 

Hehehehehehe. Nem é a melhor piada do mundo, mas quando a gente está entre amigos, a gente se diverte com muito pouco.

 

Este foi o primeiro Diário de Viagem. Eu nem sabia que ia fazer isso com as fotos, quando eu voltasse para Curitiba. Pode deixar que, na próxima viagem, eu vou mais preparado.

 

Aquele abraço