Gente, não é maravilhoso a gente ter amigos? Os amigos são sempre a alegria da nossa vida, a razão do brilho do nosso olhar. São aquelas pessoas maravilhosas que estão sempre lá pra te apoiar, pra te defender, para levantar o seu astral.

 

Meu amigo Pedro, por exemplo. Ele é um amigo sazonal. Não porque a gente brigue e fique longe um do outro, mas é porque a gente só se encontra nos finais de ano, durante o trampo do natal lá no Palácio Avenida. Cara gente boa, sempre pronto para brincadeiras, amigo mesmo, camarada.

 

 Então, esse meu GRANDE amigo acompanhou as crianças dos projetos apoiados pelo HSBC – as mesmas crianças que cantam nas janelas – num dia super especial. Todas elas vão numa imensa loja de brinquedos e podem escolher o brinquedo que quiserem levar. As crianças ficam super animadas e quem as acompanha também. É sempre um dia legal do evento.

 

Pois bem, a uma certa altura desta festa, esse amigo MARAVILHOSO que é o Pedro me contou que, a uma certa altura daquele dia, ele perguntou bem alto para as crianças:

 

– Quem é que gosta do Andrei?

 

E as crianças todas disseram juntas:

 

– Eeeuu!

 

Poxa, que amigo! Que camarada! Fazer uma coisas dessas e ainda me contar depois, para me deixar feliz, para que eu soubesse do carinho que elas crianças tem por mim. Que gesto grandioso, fraternal. Que amigo!

 

…que amigo que nada! 

 

Na sequência, ele mandou a seguinte frase:

 

– Então leva ele pra casa!

 

Para mostrar, na sequência, este brinquedo na foto abaixo para todo mundo.

 

 

captain

 

 

Pedro, você é um grande filho d…

 

Aquele abraço